• Bruno Naide

Recebi uma cobrança judicial. O que fazer?

Atualizado: 22 de set.

Confira em detalhes tudo que você precisa saber sobre uma cobrança judicial - Ação judicial de cobrança de dívidas.


A cobrança judicial de uma dívida, significa que um credor, seja empresa ou uma pessoa física, abre um processo na justiça, para que o devedor seja notificado e obrigado, dentro da lei, a quitar a dívida.


Além da ação judicial, é possível ao credor negativar o nome do devedor e protestar eventuais boletos não pagos.


MAS COMO SE INICIA A COBRANÇA DE UMA DÍVIDA?


Antes da propositura de uma ação judicial é possível que sejam tentadas diversas formas de abordagem de cobrança extrajudicial, como: Notificação Extrajudicial via WhatsApp, e-mail, telefonemas e até mesmo o envio de cartas via correio, se necessário.


Se nessas negociações extrajudiciais o Credor e Devedor não entrar em acordo, inicia-se o procedimento judicial de cobrança.


PROCESSO JUDICIAL DE COBRANÇA DE DÍVIDA, COMO FUNCIONA?



A comunicação inicial de um processo judicial é chamado de citação, que é a primeira comunicação encaminhada ao devedor, para que ele saiba que existe uma ação judicial contra ele.


Na prática, a citação é um documento que, pode ser enviado pelo judiciário ao endereço do devedor, tanto pelo correio por Aviso de Recebimento, como ser entregue no endereço do devedor, pelo Oficial de Justiça.


Para identificar se o documento que recebeu é mesmo da justiça, você precisa ficar atento a informações contidas nesse papel que vai chegar no seu endereço, localizado se existe realmente a logotipo do judiciário do seu estado, o endereço correto, e informações como nome do credor e do devedor.


TEM PRAZO PARA MINHA DEFESA?



Se você recebeu alguma comunicação da justiça, para comparecimento no Fórum ou para se defender de uma cobrança de dívida, fique atento.


Processo Judicial é questão séria e precisa ser tratada como tal.


Existem 03 tipos de processo de cobrança: Ação de Cobrança, Ação Monitória e Ação de Execução.


Nesses três tipos de ações o devedor tem um prazo para apresentar a defesa ou pagar o débito.


Se você recebeu a citação de um processo via oficial de justiça ou via correio, no próprio documento enviado pela justiça, constam valiosas informações sobre os prazos que o devedor possui para se defender.


No geral, o prazo de defesa é de 15 (quinze) dias úteis, defesa esta que deverá ser apresentada no processo, por meio de advogado.


Esse prazo de 15 dias para defesa em processo é único! Ou seja, você precisa buscar ajudar imediatamente, ao receber uma citação da justiça. Essa urgência é necessária para que o advogado especialista em dívidas, possa trabalhar com mais tempo em sua defesa.


Perder esse valioso prazo de defesa é perder a chance de esclarecer diversos pontos importante no processo, como a cobrança de dívida quitada, excesso de execução, juros abusivos, penhora de bem de família, pedido de desbloqueio judicial de bens e dinheiro, pedido de anulação de leilão de imóvel por dívida de condomínio ou outros motivos.


Se você leu até aqui, provavelmente está vivenciando uma situação dessas ou conhece alguém que esteja com problemas de cobrança judicial de dívidas.


Se você está em uma situação que não tenho como pagar dívida judicial é recomendável que procure o advogado especialista em dívidas, para tentar uma renegociação com o credor e evitar o malefícios de uma ação judicial com penhora de bens.


A nossa dica final é que não se desespere e procure imediatamente um advogado em Goiânia ou na sua região, que seja especialista nesse tipo de situação para te auxiliar.





Este blog faz parte do Escritório EMBN - EDMOM MORAES & BRUNO NAIDE, Advogados Associados, e temos equipe com conhecimento e técnica para a defesa especializada de pessoas, empresas endividadas.


Atuamos em processos de cobrança de dívida, ações de cobrança, ações de execução, anulatórias de leilão de imóveis, enfim, processos que acabaram de se iniciar e, também, nos processos que estão há anos na Justiça para pessoas físicas e jurídicas.


Se estiver passando por alguma situação relacionada a execução de dívidas, leilão judicial, leilão extrajudicial, anulação de arrematação de imóvel, direito de preferência em leilão judicial, alienação em leilão judicial, recurso contra arrematação em leilão, estamos a disposição para te atender.


Acesse nossos conteúdos exclusivos para você sobre execução de dívidas e leilões judicial e extrajudicial


7 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Últimas do Blog

wh.jpg